:. Indústrias JBDuarte S.A .:
 

Relatório da Administração

4º Trimestre de 2011 / Janeiro a Dezembro de 2011

 

Mensagem da Administração

Senhores Acionistas:

O exercício de 2011 confirmou ter apresentado um menor crescimento do PIB de 2,7% quando comparado ao exercício de 2010, quando o indicador atingiu evolução de 7,5%. Neste sentido, diversos fatores contribuíram para esta desaceleração, como:

  • A redução do crescimento da indústria, com reflexo direto nas exportações de bens industriais, especialmente, aqueles ligados à indústria de transformação;
  • As elevadas taxas de juros praticadas no País, inviabilizando e refletindo nos baixos resultados da empresas, ainda que tenham sido reduzidas no último trimestre do ano passado;
  • A redução dos níveis de financiamento de longo prazo às indústrias.
  • A valorização do Real frente ao dólar, sufocando as possibilidades de exportação das indústrias.

Assim, os fatores citados acima ainda contribuíram para o crescimento das importações, gerando um impacto direto na economia nacional. Vale ressaltar, que no último trimestre de 2011, verificou-se uma ligeira desvalorização do Real frente ao dólar, o que contribuiu para uma melhor perspectiva para o exercício de 2012.

O nível de investimento do País manteve-se ao redor de 18% do PIB, abaixo do desejado para que se atinja um nível de crescimento do PIB de 5%, como pretendido.

Por fim, as enormes dificuldades de infra-estrutura apresentadas por nosso País, no que tange ao transporte da produção, seja da indústria, seja da agropecuária, acaba encarecendo os custos destes produtos.

Quanto às perspectivas para o exercício de 2012, vislumbramos um crescimento projetado para o PIB de 4,5% a 5,0%. Neste sentido, o setor de commodities, que em 2011 compensou a queda da indústria, encontra-se com uma perspectiva menos favorável para 2012, em função da expectativa de redução das exportações. Este declínio poderá ocorrer em razão de um menor crescimento da China e pela retração das economias européias.

 

No entanto, a economia norte-americana continua surpreendendo e vem apresentando um desempenho positivo, embora ainda de maneira lento.

Nas economias latinas, observa-se um crescimento de barreiras protecionistas, visando defender suas economias e seu mercado de trabalho, com reflexo direto no comércio do bloco. Neste contexto, o governo brasileiro tenta contribuir com alguns setores da economia, no sentido de manter o nível de emprego e de produção, através da redução de impostos e, em alguns casos, criando obstáculos às importações.

Por fim, percebe-se a preocupação do Governo em manter a taxa de câmbio em níveis que possibilitem a manutenção do nível de atratividade de nossos produtos. Desta forma, o Governo tem se utilizado da prática de compra de dólares, que de certa maneira, torna-se ineficaz para conter a grande entrada de dólares no País.

 

 

 

 

ATIVIDADES ATUAIS

I) IOL –Itapecerica On Line Telecomunicações e Informática Ltda.

 

A companhia mantém participação de 50% no capital social da IOL - Itapecerica On Line Telecomunicações e Informática Ltda. A empresa atua como Provedora de Internet Banda Larga Sem Fio, prestando serviços de comunicação corporativa de voz e dados. A empresa também presta serviços de hospedagem e consultoria relacionados à área de comunicação de dados pela internet. Para execução de seus serviços, utiliza tecnologias modernas, como WIFI e WIMAX.

 

 

II) Projeto Imobiliário

 

Durante o último exercício encerrado, nossos esforços para aprovar o Projeto Imobiliário no Município de Cabreúva-SP se intensificaram. Vale destacar, que o Plano Diretor do Município, que poderia permitir o enquadramento e viabilidade de nosso Projeto, encontra-se ainda em pauta para ser apreciado pelo legislativo municipal.

 

Nossa área total é de 300.000 m², de propriedade da NewRealty Empreendimentos Imobiliários Ltda, empresa da qual a Indústrias J.B Duarte S.A possui 99,99% do capital social. A aquisição da referida área foi realizada por R$ 4.000.000,00(quatro milhões de reais) no ano de 2009.

 

O projeto imobiliário poderá sofrer modificações, em função da atuação agressiva de investidores imobiliários, que tem focado sua atuação na cidade e região, não somente no desenvolvimento de loteamentos e construções residenciais, mas principalmente na construção de galpões para a instalação de indústrias.

 

III) Projeto de Eucaliptos – Pirapora do Bom Jesus

 

A companhia possui área na grande São Paulo com 192 alqueires, localizada no Município de Bom Jesus de Pirapora, a cerca de 30 km da capital. Vale destacar, que existe atualmente nesta área, uma cultura de eucalipto remanescente de um antigo reflorestamento. Desta forma, esta em fase de estudo a retomada de um Novo Projeto de reflorestamento, dado a demanda permanente por aquele tipo de madeira na região (aproveitamento da madeira para energia, móveis, celulose e outros fins). Este projeto, tem sido analisado, considerando a realização de parceria, ficando a gestão com terceiros, que possuem vasta experiência neste ramo. No projeto estão estimados investimentos de cerca de R$ 4 milhões, sendo R$ 2 milhões para re-implantar cerca de 60 alqueires. Por fim, o levantamento planaltimétrico da área foi concluído e demandou recursos e tempo, face às condições adversas para a realização dos trabalhos. Atualmente, o projeto está em fase de adequação da área levantada, já aprovada pela legislação florestal.

 

IV) Projeto de Bambu – São Francisco Xavier – São José dos Campos

 

Estamos desenvolvendo projeto para o plantio de cultura de Bambu de diversas variedades, cuja utilização vem crescendo de maneira expressiva no País. Neste sentido, entre as diversas aplicações para esta cultura, temos a madeira na confecção de moveis, ripas, decoração, carvão vegetal, carvão briquetado, fibra para a atividade têxtil e forração de veículos, laminados e pisos, utensílios domésticos, indústria de cosméticos, alimentos (broto de bambu), além de outras aplicações. Cabe ressaltar, que o início do plantio poderá ainda demandar mais tempo, pois depende do acerto final do projeto nos aspectos jurídicos e societários, o qual ainda não foi concluído. A área potencial disponibilizada pela empresa parceira para efetuar o projeto é de 345 hectares, sendo aproveitáveis 60% desta área. A cultura demandará 5 anos para entrar em efetiva produção. Trata-se de cultura perene, sendo possível extrair a mesma quantidade por cerca de 30 anos sem a necessidade de reposição, com um mínimo de custos de manejo.


 

V) Projeto em estudo – Exploração de Grafita

 

Conforme noticiado em Fato Relevante publicado em 29/12/2011, estudos estão sendo desenvolvidos no sentido da criação de uma sociedade de propósito especifico - SPE para explorar os Direitos Minerários detidos pela Red Mountain. Neste contexto,  pretende-se desenvolver a exploração do minério grafita e de eventuais outros resíduos minerais ou sub produtos existentes ou decorrentes da exploração, tendo interesse em negociar participação na SPE, de modo a viabilizar esta exploração. Em linhas gerais, o minério de grafita, na forma bruta, tem utilidade e aplicação na indústria siderúrgica, e depois de processado, destina-se principalmente à indústria de fundição, de refratários (inclusive tijolos), revestimento de freios, baterias (inclusive alcalinas), pilhas, lubrificantes, lápis, além de outros usos. Neste momento, estamos desenvolvendo a “due-dilligence” documental e econômica do negócio. Os valores da transação, inicialmente estimados no Memorando, poderão variar de R$ 20.000.000,00, para 20% de participação no capital social da SPE a até R$ 50.000.000,00, para participação de 50%. Por fim, a Companhia reitera que o referido Memorando não deverá ser interpretado como sendo um acordo definitivo ou uma proposta para a celebração de negociação ou promessa de realização de negociação entre as partes.

 

VI) Informações Gerais

 

A J.B Duarte continua observando atividades de diversos setores da economia, no sentido de aproveitar possíveis novos negócios e/ou participações, que apresentem boas perspectivas de retorno para o capital investido.

 

VII) Resultados de 2011 e Exercícios Anteriores

 

Durante o ano de 2011, os resultados de nossos demonstrativos financeiros, apresentaram os seguintes números, comparados com os valores dos exercícios anteriores.

 

DESEMPENHO ECONÔMICO FINANCEIRO – R$ mil

Rubrica

2011

2010

2009

2008

Resultado Operacional

(6.559)

(52.069)

442

(344)

Resultado Líquido

(7.106)

(52.441)

146

(344)

 

O Resultado Operacional da companhia foi negativo em R$ 6,56 milhões em 2011, apresentando significativa melhora em relação ao Prejuízo Operacional obtido em 2010, de R$ 52,07 milhões. Da mesma forma, o Resultado Líquido foi negativo em R$ 7,11 milhões em 2011, também registrando melhora em relação ao Resultado Líquido negativo verificado no ano anterior, de R$ 52,44 milhões.

 

Deve-se ressaltar que estes valores negativos são apenas contábeis e não houve saídas de caixa em ambos os anos. Para explicarmos estes resultados negativos, devemos nos atentar ao provisionamento no ano de 2010 do valor de R$ 54,71 milhões em contingência passiva, mais especificamente, débitos fiscais. No ano de 2011, o valor de R$ 9,08 milhões refere-se à correção do Passivo Fiscal e também impactou negativamente os resultados.

 

Desta forma, caso fizéssemos à exclusão destas despesas não recorrentes, a J.B Duarte obteria um Resultado Operacional positivo de R$ 2,52 milhões e R$ 2,64 milhões, em 2011 e 2010, respectivamente. No caso do Lucro Líquido, este atingiria R$ 1,97 milhão e R$ 2,27 milhões em 2011 e 2010, respectivamente.

 

Importante lembrar, que a companhia espera também, assim que for julgado de forma definitiva, realizar como contingência ativa o crédito fiscal que a empresa detém e já ganhou em 1ª instancia. Neste sentido, o impacto sobre os resultados será altamente positivo. O valor atualizado deste crédito calculado por especialista está em torno de R$ 100 milhões. A questão está explicitada em Nota Explicativa e no item XII deste Relatório.

 

 

VIII) Endividamento

 

Após concluir o 4º trimestre de 2011, o nível de endividamento comparado com os níveis dos exercícios anteriores é mostrado no quadro abaixo.

 

DESEMPENHO ECONÔMICO FINANCEIRO – R$ mil

ITEM

RUBRICA

2011

2010

2009

2008

A

Passivo Circulante

12.646

7.343

6.390

17.421

B

Exigível a L. Prazo

65.771

56.773

56.773

54.096

C

Soma (A + B)

78.417

64.116

63.163

71.517

 

 

 

 

 

 

D

Patrimônio Líquido

25.571

22.223

59.180

46.237

 

 

 

 

 

 

E=C/D

ÍNDICE

3,07

2,88

1,07

1,54

 

 

IX) Índices de Liquidez

 

Os índices de liquidez comparados são mostrados abaixo:

 

LIQUIDEZ GERAL E LIQUIDEZ CORRENTE

 

2011

2010

2009

2008

Liquidez Geral

1,25

1,25

1,84

2,52

 

 

 

 

 

Liquidez Corrente

2,71

3,17

3,02

1,06

 

 

X) Dividendos

 

Continuamos a atuar através de nossos assessores jurídicos na busca pela eliminação da penhora determinada pela Receita Federal sobre os dividendos do exercício de 2007, aprovados na AGO de 28/04/2008. Entretanto, até o presente momento, apesar dos esforços empreendidos, não obtivemos êxito. Como informado em nossos Relatórios anteriores, embora tenhamos destinado 25% do lucro líquido referente ao resultado de 2009 para pagamento de Dividendos, no valor de R$ 34,76 mil, o que distribuiria uma remuneração bruta para detentores de ações ordinárias de R$ 0,00008418 por ação, e para os detentores de ações preferenciais, de R$ 0,000092598 por ação, por deliberação da AGO de 30/04/2010 e considerando a pendência mantida com a receita federal em relação ao dividendo do exercício de 2007 num valor total de R$ 577,82 mil (quinhentos e setenta e sete mil, oitocentos e vinte e oito reais e noventa e seis centavos), que se encontra penhorado pela 6ª Vara Especializada de Execuções Fiscais, ambos deixaram de ser distribuídos.

 

 

 

XI) Aspectos Societários

 

O capital social homologado da empresa ao final do 4º trimestre de 2011 é constituído por 309.716.755 ações ordinárias e 619.411.608 ações preferenciais, perfazendo um total de 929.128.363 ações, correspondendo ao capital social de R$ 79.421.953,19.

Vale lembrar, que em AGE de 15/08/2011, foi aprovada proposta deliberada na Reunião do Conselho de Administração de 27/07/2011, referente a aumento do Capital Social. A proposta aprovada refletiu o aumento de R$ 10.452.694,01 (dez milhões quatrocentos e cinqüenta e dois mil seiscentos  e noventa e quatro reais e um centavo) no Capital Social, passando de R$ 68.969.259,10 (sessenta e oito milhões,  novecentos e sessenta e nove mil, duzentos e cinqüenta e nove reais e dez centavos), para R$ 79.421.953,19, pela emissão de 348.423.136 novas ações, sendo 116.143.783 ações ordinárias e 232.279.353 ações preferenciais. O preço adotado foi de R$ 0,03 (três centavos) por ação.

 

A justificativa para esse aumento de Capital Social poderá ser verificada através da análise do “ANEXO 14”, em nosso site www.industriasjbduarte.com.br, enviado também à CVM/BOVESPA.

 

 

XII) Assuntos Judiciais

 

Créditos Tributários

Recuperação do Imposto de Importação de Trigo

 

Lembramos que o mesmo refere-se à importação de trigo da Argentina no período de 1992 a 1994, produto este que deu entrada no País com o pagamento do Imposto de Importação e que pelo fato de ter sido exportado por país membro da ALADI, à época deveria ter isenção do Imposto de Importação.

 

A Ação Ordinária de Restituição de Imposto Federal proposta pela empresa junto à 14ª Vara da Justiça Federal de São Paulo, buscando a restituição daquele imposto, obteve sentença favorável julgada e divulgada em 17/05/2007. O processo encontra-se em fase de recurso à 2ª instância, pois a Fazenda recorreu e ainda não temos notícia sobre quando será julgada. Nesta ação, como se trata de matéria de fato, onde a empresa foi obrigada a recolher valores considerados indevidos, os direitos da Indústrias J.B.Duarte S.A., estão assegurados, conforme parecer de nossos assessores jurídicos.

Esta Contingência Ativa possui valor estimado, atualmente, da ordem de R$ 100 milhões e a expectativa do julgamento em 2ª Instância é de ocorrer nos próximos 24 meses.

 

Refinanciamento Fiscal (Refis)

 

A Indústrias J.B.Duarte S.A. encaminhou a Receita Federal, o levantamento das pendências referentes a impostos e tributos, habilitando-se em tempo, a obtenção de um parcelamento de parte das discussões fiscais, onde nossos assessores jurídicos entendem que são valores efetivamente devidos, e sem possibilidade de contestação pela empresa. O levantamento enviado, após análise pela Receita Federal, foi deferido em julho de 2011. A companhia vem quitando regularmente as parcelas, conforme estabelecidos no deferimento do Refis.

 

XIII) Relacionamento com os Auditores Independentes

Serviços de Auditoria

 

De acordo com a instrução CVM 381/03, informamos que a JPPS AUDITORES INDEPENDENTES SS, no exercício de 2011, prestou serviços relacionados a auditoria das demonstrações contábeis.

Em conformidade com as Instruções da CVM especifica , aproveitamos para comunicar que no corrente exercício deveremos efetuar a troca de auditores, sendo as atuais demonstrações financeiras as últimas a serem executadas pela JPPS AUDITORES INDEPENDENTES SS.

 

XIV) Declaração da Diretoria                                                          

Em conformidade com a Instrução CVM 480/2009 e seu artigo 25, a Diretoria informa que procedeu a análise e revisão dos Demonstrativos Financeiros relativos ao exercício encerrado em 31/12/ 2011, estando plenamente concordes com as mesmas, inclusive com o Relatório dos Auditores Independentes.

 

 

Concluindo, a Administração da Indústrias J.B.Duarte S.A., gostaria de expressar os seus sinceros agradecimentos aos seus fornecedores, clientes, instituições financeiras, seus acionistas e analistas de mercado, pela confiança e apoio recebidos no transcorrer do exercício que se encerrou.

 

 

 

 

São Paulo, 14 de Março de 2012.

 

A Administração

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Skip Navigation Links
Home
Dúvidas
Comentário econômico
Notícias & Informações
Estatuto Social
Acesso restrito

Indústrias JB Duarte S/A.
Fone: 55-11-2061-5511
Copyright 1998 - 2012 All rights reservad